quarta-feira, 19 de julho de 2017

Cetoacidose é perigosa, saiba porque..

Cetoacidose diabética
A cetoacidose diabética ocorre mais comumente em pacientes com diabetes tipo 1, mas também acontece em pacientes com diabetes tipo 2. É uma emergência médica, e acontece quando os níveis de açúcar (glicose) no sangue do paciente diabético encontram-se muito altos e estão acompanhados do aumento da quantidade de cetonas no sangue também.
Mas o que são estas cetonas?
O primeiro passo para que uma pessoa com diabetes entre em cetoacidose é a falta de insulina em seu organismo. A insulina é responsável por fazer com que a glicose que está na corrente sanguínea entre nas células do nosso corpo e gere energia.
Quando há falta de insulina, duas situações simultâneas ocorrem: o nível de açúcar no sangue vai aumentando e as células sofrem com a falta de energia. Para evitar que as células parem de funcionar, o organismo passa a usar os estoques de gordura para gerar energia. Só que nesse processo em que o corpo usa a gordura como energia, formam-se as cetonas.
As cetonas são substâncias ácidas que vão desequilibrar o Ph do sangue, ou seja, vão causar um desequilíbrio na composição sanguínea, que se não for tratado pode levar até ao coma e à morte.
Como os pacientes diabéticos tipo 1 não produzem insulina, a cetoacidose é uma complicação mais comum nestes pacientes. Mas nos pacientes com diabetes tipo 2 ela também pode ser vista, principalmente durante uma infecção ou quando os pacientes não aplicam corretamente as doses de insulina, infelizmente.
Para prevenir a cetoacidose diabética, alguns cuidados são importantes:
  • Aplicação correta das injeções de insulina
  • Realização das medidas da glicemia capilar com o glicosímetro
  • Acompanhamento médico regular
  • Controle alimentar para evitar alimentos com alto teor de açúcar e que podem levar à cetoacidose

Complicação grave do diabetes que ocorre quando o corpo produz ácidos sanguíneos (cetonas) em excesso.
Estou muito abalada como a morte de uma jovem diabética  descompensada pela cetoacidose ainda hoje acomete a todos que pensam que a diabete não mata.Mata sim!
 Até agora não entendo como isso pôde acontecer.Não paro de levantar questões como: Ela fazia o controle diário da glicemia no dedo?
Tinha muita variação entre glicemia alta e baixa durante o dia?
Ela só ficou gripada?
Houve mal atendimento médico?

Tenho diabetes há 30 anos e pelos meus estudos e pesquisas sei que a cetona ocorre quando há nível alto de açúcar no sangue, ou a alteração muito brusca de hipo para hiperglicemia e vice e versa. Meu caro Diabético tenha sempre em mente que sua glicemia devento permanecer de 80 a 140 no máximo, sendo que estes valores não são os ideais médicos,e nem mesmo os meus  mas pelo menos os médicos não vão te amolar e nem você vai morrer.
Com todo o respeito ao triste acontecimento, dedico este texto a família e compreensão de todos diante à DM1.
Fonte: diabetes.org

Luto, A Cetoacidose Mata!!

Hoje eu compartilhei esse post da Biabética que fala sobre cetonas e, diferente de quando posto algo engraçado, ninguém se atentou ao assunto, mas deveria. O post surgiu devido ao falecimento de uma colega diabética da Marina De Barros Collaço e que de alguma forma eu acredito que tenha tocado nos pensamentos de diversas amigos com diabetes que leram seu relato. A cetoacidose está aí, e você não precisa ser um diabético relaxado, com hiperglicemia constante para que ela apareça, e foi nesta questão que eu me atentei, pois realmente desconhecia... uma simples gripe pode agravar este quadro levando a problemas seríssimo ou até mesmo à morte, então se você tem diabetes, conhece alguem que a possua ou apenas está lendo por curiosidade... clique no link da Diabetes e tal e entenda melhor sobre o assunto, um simples alerta pode salvar vidas!!!
Tô chocada!!
Ainda tem gente que
 morre de "Diabete"
Como assim??

terça-feira, 7 de março de 2017

Eu ainda fico impressionada como as pessoas quase não falam sobre a Hipoglicemia e como ela é de fato!





                                                      Resultado de imagem para bob esponja       

Sabe aquela época que tudo parece difícil na sua vida? E não estou nem falando sobre Diabetes (ainda), falo de coisas que simplesmente acontecem no dia a dia, desde você ter esquecido de passar no mercado antes de guardar o carro na garagem, ou.. quando você não tem dinheiro pra pagar uma conta!..ou briga de trânsito e aquele mané que nem sabe dirigir ainda te xinga!Peguei pesado né? Tá bom..e quando você chega no banco pra pagar uma continha e tem 500 pessoas na sua frente com 500 contas cada um ?! E quando no meio disso tudo você ainda sente que a sua Glicemia está abaixando e que a HIPOGLICEMIA está chegando?!

Você está preparado pra isso? ..É..essa é a nossa vida real não é mesmo?

A dica que eu sugiro e que seu médico também deveria sugerir, (pelo menos essa dica já me salvou a vida várias vezes), é carregar sempre com você, aonde quer que você vá, um pacote de bala, ou um pacote de biscoito, chiclete contendo açúcar e dinheiro pra comprar caso não tenha nada.

Não espere chegar em casa nem esperar pra comer, pois a Hipoglicemia é perigosa e pode trazer sérios problemas. COMA IMEDIATAMENTE!!

Observação Importante: Caro Diabético (ou quem o ama e cuida)

Não precisa ingerir o pacote de bala inteiro, coma umas 3 ou 4 balas (15 gramas de glicose) e já se sentirá melhor. Você não deve ingerir muito açúcar pois a elevação repentina da hipo pra hiperglicemia pode fazer com que seu organismo não responda de acordo com o que se espera, aguarde uns minutos e sua glicemia subirá.

P.S: Eu ainda fico impressionada como as pessoas quase não falam sobre a Hipoglicemia e como ela é de fato!

Resultado de imagem para bob esponja

                                          


                                                                                                                            BE HAPPY!!






quinta-feira, 2 de março de 2017

Carnaval: aproveite a festa e não fique pra trás

Gente Oi!

É isso ai.. passou o carnaval e espero que vocês tenham aproveitado o máximo a folia!
uma cervejinha aqui..uma caipirinha ali..OPS!! 
Caipirinha pra Diabético não dá! É pedir pra morrer! 
Caipirinha pra gente é veneno gente!..É puro açúcar e álcool, e o limão é só pra traduzir o quanto azeda vai ficar a sua vida se você não se adaptar a sua realidade.
Uma Dica é pedir a famigerada caipirinha sem açúcar ou adoçada com adoçante - (eu prefiro adoçar na mesa ao meu gosto pois senão ela pode ficar amarga ou sem doce ) -

A Bebida alcoólica pode? Pode. Mas saibam que a bebida alcoólica, além de contér o etanol, também contém o CARBOIDRATO devido aos ingredientes, ao malte, a cevada, as frutas que liberam frutose na bebida.
Tá certo que as bebidas destiladas, como a pinga,uísque e vodca tem menos perigo de subir sua glicose, mas como a vida do diabético não é fácil, a ingestão de  álcool (destilados) tem  perigo sim de abaixar.. KKK..então fique atento e:

- Ingira sempre alimentos durante a ingestão desses destilados a fim de evitar a HIPOGLICEMIA 
- Não Ingira bebida alcoólica caso não estiver controlada sua glicemia.




sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

A importância no açúcar no corpo


No mundo atual, as pessoas, na intenção de conquistarem o corpo perfeito, seguem dietas altamente restritivas com a diminuição ou a total ausência do açúcar na dieta.

O que você acha sobre isso?

Antes de responder a essa pergunta, pense primeiro:

Mas você sabe qual é a função e a importância no açúcar no Corpo?

A Glicose (Açúcar) é transformada em energia à fim de que seja aproveitada por TODAS as Células, ajudando em TODAS as funções, inclusive no enriquecimento dos Órgãos, a realização celular e o funcionamento do Cérebro.

Então não adianta "pintar" o Açúcar de vilão, ele, assim como o Carboidrato, devem permanecer sim em nossa alimentação - inclusive para nós- Diabéticos

Abordando isso, espero iniciar um processo de reflexão aos Diabéticos e suas famílias pois o Açúcar  é sim fundamental para a sobrevivência de todo corpo, inclusive o nosso. Nós apenas devemos aprender a administrar a glicose que entra e a que se esvai em um piscar de olhos.

Este assunto ainda não acabou, vou dar sequência nos próximos posts. bjim


terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

  Não sei o que me deu, não sei se foi a correria do dia a dia ou se tava de bode mesmo.
Bode de tudo..da Vida!!.. não..não.. da Vida não!! Mas de ver tanta coisa errada e injusta na vida.
  Fiquei quase todos os dias indo ao posto de saúde pegar as minhas fitinhas e ..nada!! Isso porque nós já estamos em fevereiro - a última tentativa de pegar os insumos foi em DEZEMBRO 2016.
O uso das fitas pra mim é importantíssimo pois minha glicemia se mantém na normalidade na maioria das vezes, mas às vezes cai né..
Nestes dias sem a fitinha, estava tentando identificar em mim mesma uma possível hipoglicemia, me alimentava pra não correr o risco, mas mesmo assim, foi inevitável!
À noite, saí de carro para buscar uma encomenda e quase chegando lá senti como se tudo estivesse se afastando de mim, meu marido falava a meu lado, junto com o rádio, aquilo ficou tudo bagunçado..a gente se perde na gente mesmo..

É Estranho!!  

..Mas, consegui chegar e assim que cheguei fui comer e por sorte comprei uma fitinha pra medir, e pasmem: Minha Glicemia estava 33.
Por favor, não briguem comigo, nem me recriminem, pois nós, diabéticos, não temos controle total sobre ela. EU HAVIA ME ALIMENTADO.
Vamos sim é pegar no pé desse governo que nos assiste. Eles sentados lá de cima e a gente na fila do SUS.

Pensei também comigo mesma, se eu seria a pessoa certa pra falar sobre diabetes, a fim de ajudar a todos falando um pouco da minha experiência, e dei essa pausa pra fazer a minha consulta de rotina e a minha consulta de consciência. A cada três meses vou à médica para fazer todos os exames de praxe. E está tudo sobre controle. inclusive a certeza de que posso ajudar à todos os diabéticos e seus familiares a conviverem bem com essa disfunção...Então as postagens continuam..